domingo, 1 de janeiro de 2017

Agradecimentos

Todo mundo tem uma fuga. Nos momentos difíceis procuramos por um meio de fugir dos problemas, de tudo. Essa forma de escape pode ser ignorando os problemas ou tentando resolver eles. Pode ser como acontece repetidamente a cada dia, pessoas se jogando em drogas e outros vícios para tentar amenizar os sentimentos, sejam eles quais forem.

- Qual é o seu escape então? - Me perguntaram a pouco tempo.
Depois de refletir um pouco respondi.
- Eu joguei a minha vida no foco de ficar nos video-games pra esquecer da dor que sentia, e acabei tornando isso um vício. Mas o meu verdadeiro escape, quando as coisas realmente ficam feias, é escrever. Eu consigo tirar a dor excrusiante do peito e transformar as minhas idéias em palavras sendo, depois de tanta prática, essa a única coisa que eu tinha de concreto; virou a minha realidade.

Esse blog fez parte da minha vida; quando eu não tinha muitas escolhas nem muitos lugares para correr, e a vontade de realizar um sonho antigo de ser escritor, foi que eu comecei a escrever aqui.

A principio a ideia era escrever os relatos da minha própria história de amor que não deu certo e poder mandar para os meus amigos mais próximos, pois eu não gostava de ficar repetindo muito o que aconteceu, parte de mim morria cada vez que fazia isso, e escrever uma vez só e mandar para ler quem perguntasse sobre foi a melhor opção que encontrei na época.

Com o passar dos textos, percebi que a minha escrita era deficiente, e que havia muito a melhorar. A começar pelos erros de gramática e de sintaxe, e depois pelas estruturas e outras técnicas de escritas.

E bom, depois de tanto me dedicar ao que eu escrevo, acabei me tornando parte dessas palavras, a pouco tempo atrás, durante uma conversa sobre este blog, quando indaguei o motivo da leitura frequente desse, a resposta foi:

" Os textos são você, não?                  
Dá no mesmo eu dizer que tenho interesse em saber sobre você ou não textos haha "


Realmente, você se torna aquilo que você faz.

Foram muitos anos de caminhada, e eu só tenho a agradecer a todos que participaram, ativa e passivamente, destes textos que compõe a minha história e parte do meu aprendizado nessa terra.

Contudo, os textos cresceram, as metas também, e está na hora de levar as coisas mais seriamente, por isso eu decidi remover as postagens daqui, e seguir a diante.

Este provavelmente será a última postagem deste blog até que alguma mudança seja anúnciada aqui.
   Se quiser receber as notícias pelo seu e-mail, fique a vontade em se inscrever em um dos botões do lado --->



Muito obrigado por fazer parte deste blog e, consequentemente, da minha história!

E a você que está lendo, desejo o melhor ano de todos que você já teve neste 2017

Alisson David Frangullys.